Proibida de usar o iPhone, menina de 12 anos tenta envenenar a mãe

0
Mãe descobriu que filha havia criado um plano para matá-la por causa de proibição do iPhone - Robert F. Bukaty / AP

Mãe descobriu que filha havia criado um plano para matá-la por causa de proibição do iPhone – Robert F. Bukaty / AP

DENVER, Colorado — A polícia do condado de Boulder, no estado americano do Colorado, apreendeu na última sexta-feira uma menina de 12 anos acusada de tentar matar a própria mãe por envenenamento com água sanitária. O motivo, informaram as autoridades locais, seria um castigo que proibiu o uso do iPhone.

O nome da mãe e da filha não foram divulgados. Em entrevista à Reuters, o delegado Heidi Prentup informou que a primeira tentativa de envenenamento aconteceu no dia 2 de março, quando a menina colocou água sanitária em uma bebida que ela preparou para o café da manhã da mãe.

— A mãe percebeu o odor de água sanitária na bebida e pensou que a filha tinha lavado o copo sem enxaguar direito — disse Prentup.

A mãe recebeu tratamento em um hospital local e foi liberada em seguida. Mas quatro dias depois, a menina teria colocado água sanitária em uma garrafa d’água que era mantida no quarto da mãe, que percebeu o cheiro e confrontou a filha.

— Foi quando ela descobriu que a filha tinha arquitetado um plano para matá-la por ela ter proibido o iPhone — afirmou Prentup.

A mãe informou o caso à polícia, e os investigadores reuniram provas suficientes para levar a menina sob custódia. Ela foi encaminhada na sexta-feira a uma unidade de detenção juvenil, onde aguardará pelas acusações.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/proibida-de-usar-iphone-menina-de-12-anos-tenta-envenenar-mae-15677580#ixzz3VGKGNxdy

Share.