Presidenciáveis respondem a mais de 160 processos

0

Eraldo Peres/AP Diego, Cristiano Mariz /VEJA, Padgurschi/Folhapress, Ailton de Freitas / Agência O Globo

Entre os 20 políticos cotados para disputar a Presidência em outubro, ao menos 15 são alvo de casos em tribunais do país.

Levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo nas cortes superiores, federais e estaduais indica que são mais de 160 os processos envolvendo presidenciáveis.

Da Operação Lava Jato a barbeiragem no trânsito, há investigados, denunciados, réus, condenados e um preso, o ex-presidente Lula.

Investigações de corrupção envolvem ao menos oito. Entre eles estão Lula (PT), Michel Temer (MDB) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

O ex-governador Geraldo Alekmin (PSDB) também é investigado, mas em ação civil, por suspeita de caixa dois.

Um segundo grupo responde por declarações que podem ser consideradas crime, incluindo o deputado Jair Bolsonaro (PSL) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

*fonte: Paraiba Online com  UOL

Share.