Por Laís Aparecida – Amor e relacionamento: como ser um casal saudável?

0

Muitas frustrações nos relacionamentos, mesmo que haja amor incondicional, devem-se a ausência de duas reflexões fundamentais: Do que eu preciso em um relacionamento? O que a pessoa que está do meu lado pode me oferecer?

Quando enamorados, estamos envolvidos num encantamento e numa grande expectativa de que aquele objeto amado vá nos completar e nos fazer perfeitamente felizes. Fantasiamos aquela perfeição e vivemos na magia.

Mas, um dia vêm os descontentamentos. É porque o parceiro ou a parceira é imperfeito e não é capaz de me fazer feliz? Não! Escolhi a pessoa errada? Provavelmente não. Não existe a pessoa certa. É simplesmente pelo fato de termos idealizado um amor com nossos critérios enquanto aquela pessoa, a fim de nos conquistar, tenta nos agradar. E na hora dos conflitos, cada um procurará impor ao outro seus próprios modelos e costumes, tendo dificuldade em aceitar as do companheiro.

Diante de tantas peculiaridades, é possível ter um relacionamento saudável? Sim! E temos algumas regras preciosas para isto. Vamos lá:

1. Eu preciso namorar/casar? Ou eu quero namorar/casar? Muitos casais estão literalmente presos um ao outro por algum motivo, o que elimina qualquer significado e prazer que poderia existir na relação.

2. Cultivo da intimidade – A noção errada de que “achar um amor” garante eterna satisfação e felicidade na relação é um engano. Da mesma forma, engana-se quem pensa em encontrar o emprego dos sonhos, o lugar ideal para trabalhar e, assim, não precisar trabalhar duro. Isso não é diferente em qualquer relação: o desafio está na habilidade em cultivar e conquistar a intimidade. É importante engajar-se em atividades que tenham significado e sejam prazerosas para os dois.

3. Diálogo/Comunicação/Pratiquem a assertividade – Se algo lhe incomoda, não guarde para você até ficar saturado. Conversem abertamente sobre todos os assuntos. Procure ser claro e objetivo quando expressar as suas opiniões. Não há problema em se mostrar vulnerável diante do seu parceiro.

4. Reconhecer a felicidade; Não focar nos momentos ruins – quando os parceiros focam nos aspectos felizes do tempo que passaram juntos, a relação tem mais possibilidade de prosperar. Valorizar as experiências significativas e prazerosas do passado e do presente fortalece a relação.

5. Viva o presente e seja grato – Um relacionamento saudável vive no presente, no aqui e agora. Todos os casais têm problemas. No entanto, uma vez superados e perdoados, deixe-os lá no passado. Não os traga de volta sempre que houver uma discussão e não os use como uma arma para atingir ou reprovar o outro. Não vale a pena estar lembrando das brigas de 1987 e trazê-las a tona na discussão de 2018. (meninas, vamos melhorar, não é?).

Como disse Walter Winchell: “Nunca acima de você, nunca abaixo você, sempre ao seu lado”.

Laís Aparecida – Psicóloga Clínica, Pós-graduanda em Criminologia e Psicologia Investigativa Criminal. Atendimento Psicológico em Araçagi, na Prime Clin, e João Pessoa.
Agende sua consulta através dos contatos: (83) 99896 6512
Email: laispsicologia@outlook.com.
Instagram: @psicologa.lais

Da Redação/Portal Araçagi

Share.

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/paracagi/public_html/wp-includes/functions.php on line 3778