“Não tinha total autonomia” diz o agora ex-secretário de educação de Araçagi Sergio Pereira

0

Foto: Reprodução do facebook

Na manhã desta quarta-feira (04), o ex-secretário de Educação do município de Araçagi, Sérgio Pereira, se pronunciou sobre os reais motivos que o levaram a desistir da condição de secretário da pasta.

Durante sua fala no jornalístico matinal “Bom Dia Araçagi, na Rádio Maramaraú-FM, Sérgio Pereira confessou essa já era uma possiilidade, diante de uma possível falta de condições para desempenhar sua função de secretário de educação no município.

O ex-secretário enfatizou a luta por melhorias nas unidades escolares do município que, segundo o mesmo, teve início antes da posse do atual prefeito, Mrilio Nunes, em Novembro de 2017, quando do período de transição.

Sérgio Pereira que também é ex-secretário de administração do governo José Alexandrino Primo, disse ter compreendido os momentos difíceis que a atual administração atravessava em 2017, mas que em 2018 era inadmissível.

Sérgio Pereira aínda falou sobre o constrangimento sofrido por ele quando foi vaiado por mães de alunos, quando de uma reunião marcaria a entrega dos kits escolares.

Ainda segundo o ex-secretario, a merenda que vem sendo servida nas escolas (cuscuz e soja) não era o que ele teria garantido aos alunos, pois ele teria batalhado junto ao Governo do Estado por uma merenda de qualidade que infelizmente não é o que vem acontecendo, ele ainda enfatizou que os kits escolares entregues as alunos nos primeiros dias de aula de 2018 só foram possíveis através de uma iniciativa dele juntamente com as gestores das escolas do município que teriam completado esses kits custeando a compra do material com o próprio dinheiro.

Num determinado momento da entrevista Sergio Pereira afirmou que não tinha total autonomia na pasta, principalmente na parte financeira, onde o mesmo disse que não tinha responsabilidade em nenhuma compra feita pela secretaria de educação, ele ainda disse que foi convidado a assumir uma outra pasta como secretario de esportes mas não aceitou “Como poderia aceitar ser secretario de esportes se o prefeito não compra uma bola para o município?” disse.

Na entrevista ainda foi citado por ele algumas exonerações de alguns funcionários indicados pelo próprio Sergio Pereira, ainda no inicio da gestão e ate mesmo da sua esposa que tinha uma assessoria, e que mesmo assim permaneceu firme acreditando na administração ate onde deu, ainda afirmou que não ira se ausentar de Araçagi e que ainda não definiu quem apoiará para deputado nas próximas eleições.

Da Redação

Share.

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/paracagi/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743