Após saída de cubanos, brasileiros ocupam todas as vagas no Mais Médicos

0

O Ministério da Saúde informou nesta quarta (13) que todas as vagas deixadas pelos cubanos saídos do programa Mais Médicos foram preenchidas por profissionais brasileiros. Os 8.517 postos de trabalho do último edital do programa tiveram ocupação total antes das 9 da manhã de hoje.

Os médicos vão ocupar as vagas deixadas pelos cubanos em 667 dos mais de 4 mil municípios onde o programa funciona. A lista completa indicando onde cada um deles ficará será publicada no próximo dia 19.

O Mais Médicos foi criado pelo governo Dilma Rousseff para receber e instalar médicos estrangeiros em regiões distantes de grandes centros urbanos. A cooperação entre Brasil e Cuba era mediada pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

A ilha rompeu o acordo que havia firmado com o Brasil em novembro, logo após a eleição de Jair Bolsonaro. A governo da ilha caribenha alegou “referências diretas depreciativas e ameaçadoras” ao programa pelo então candidato para justificar a saída. O presidente havia exigido que os profissionais que tralhavam no país fizessem testes de capacidade e recebessem salário integral pelo ofício.

jovempan.uol.com.br

Share.